Controle e Supervisão

Dicas para melhorar o controle de fluxo de caixa

Tomar decisões inteligentes é um dos primeiros passos para o sucesso financeiro de qualquer negócio, de um profissional autônomo até uma empresa multinacional. Neste sentido, um dos focos essenciais é manter o controle de fluxo de caixa sempre em dia, garantindo uma visão geral das entradas e saídas da sua empresa e possibilitando pensar sempre à frente para tomar decisões com segurança.

Mas, se este é um desafio no seu negócio, confira no post as dicas que separamos para você melhorar a sua gestão financeira!

O que é fluxo de caixa

O fluxo de caixa é uma forma de controlar as movimentações das finanças de uma empresa. Organizado por período (como semanal, mensal ou anual), o fluxo de caixa aponta entradas, saídas, despesas e todas as transações financeiras que aconteceram, por meio dos registros dessas operações e garantindo que haja sempre capital de giro disponível.

Com tudo na ponta do lápis, é mais fácil para o gestor financeiro analisar os dados da empresa e pensar em soluções de otimização de caixa, gastos, investimentos e afins.

Como melhorar o controle de fluxo de caixa

Agora que você já sabe o que é o fluxo de caixa e como ele pode ajudá-lo, está na hora de aprender a usar ao máximo o potencial dessa ferramenta. Quanto maior for o controle de fluxo de caixa, mais prevenida a sua empresa estará de eventuais baixas financeiras que possam causar desafios maiores, como caixa negativo ou gastos inesperados para “tapar buraco”.

Preencha o fluxo de caixa de maneira rigorosa

A consistência e a regularidade são fundamentais para extrair informações precisas do fluxo de caixa. É necessário lançar todos os dados, sem exceção, para organizar e analisar a movimentação financeira. A sistematização desses dados em categorias é a melhor maneira de tornar o controle de fluxo de caixa mais prático. Por exemplo: gastos com itens de escritório, papelaria e afins podem ser categorizados como “administrativos”. Dessa forma você consegue agrupar custos diferentes em uma categoria única e saber quanto de verba é comprometida para ela.

Trabalhe com projeções

Se você tiver um controle de fluxo de caixa bem definido, é possível analisar as movimentações financeiras e desenhar projeções de médio e longo prazo para a sua empresa a partir deste histórico. Com essa visão completa das transações, fica mais fácil antecipar problemas ou mesmo planejar para o seu negócio melhorias que dependam de verba adicional.

Atente-se aos ciclos do seu negócio

Dependendo do nicho no qual sua empresa está inserida, o fluxo de caixa consegue apontar picos sazonais e padrões nas vendas ou serviços prestados pela sua empresa. Tendo essa informação de forma clara no histórico do fluxo de caixa, você consegue tanto aproveitar ao máximo os picos dos negócios quanto se organizar para atravessar os períodos de “seca” com as finanças em dia, além de ter uma visão precisa do funcionamento da sua empresa.

Como a Cabify ajuda você no controle de fluxo de caixa

Conseguir agrupar os valores de saída no fluxo de caixa torna o processo de registro e análise da movimentação financeira muito mais fácil. Se a sua empresa faz uso de transporte corporativo, registrar diversos gastos diferentes com deslocamento ao longo do mês não é a melhor alternativa para manter um fluxo de caixa bem organizado.

Pensada para essa situação, a Cabify Empresas centraliza todos os gastos de viagens em um único faturamento, quinzenal ou mensal. Além disso, você pode limitar os custos de acordo com as políticas da sua empresa, não tomando nenhum susto no final do mês!

Descubra todos os outros benefícios da Cabify para Empresas clicando aqui!

Deixe um comentário